domingo, 30 de julho de 2017

Domingo

O Evangelista S. Mateus apresenta-nos neste domingo as Parábolas do Tesouro, da Pérola e da Rede. Ao descobrimos o tesouro, ou a pérola, dispomo-nos a vender tudo para comprar tal riqueza. Quem descobre um tesouro ou uma pérola de grande valor, não pode hesitar, tem que se dispor a todos os sacrifícios para adquirir aquela riqueza. Quem se encontrou com o Reino de Deus encontrou um tesouro, por isso, é capaz de renunciar a tudo para o adquirir. De facto, há oportunidades na vida que são únicas e não se podem perder. Entre essas oportunidades está o Reino de Deus, que uma vez aceite em nossas vidas é fonte de inesgotável alegria. A Parábola da Rede, que apanha toda a espécie de peixes, de boa e má qualidade, faz nos pensar que no mundo na igreja e em cada um de nós, existem forças opostas, pois o bem e o mal hão-de acompanhar-nos sempre ao longo da vida até ao dia em que o Pai nos vier buscar para o reino definitivo.

Senhor, te louvamos porque nos acompanhas sempre com a tua palavra e nos mostras como a Tua palavra é capaz de transformar nossa vidas. Por isso Tu és nossa Pérola e o nosso Tesouro. Sabemos que te tornas gratuito quando sem mais te deixas encontrar mas que exiges de nós o uso da nossa liberdade ao optarmos por Ti , pois é importante vender tudo para te adquirir e te pertencer. Não é possível ser teu amigo na ambiguidade e na incoerência. Sustenta-nos Senhor, na fidelidade.
D. Francisco de Senra Coelho

In Rádio Renascença