terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Mizé. História de uma vida - fotografias e vídeo

Maria José Esperança Mendes Folque nasceu há 83 anos na Casa do Castelo, no Chão da Serra, Ferreira do Zêzere. Filha única, do notário de Ferreira do Zêzere Dr. Folque, teve uma infância e juventude feliz, foi aluna do colégio particular do Dr. Sousa Pinto na Casa do Adro. Recorda com saudade a sua juventude alegre, as suas amigas, da família, das festas no salão dos Bombeiros.
Foi muito amiga do grande cantor Toni de Matos que trouxe várias vezes ao concelho para espetáculos.
Durante a guerra teve 107 afilhados. Uma das funções das madrinhas era o envio de cartas dando-lhes coragem, confiança e orgulho pela Pátria.
Sempre gostou de escrever e cada vez que não concordava com alguma situação, escrevia a reclamar.
Foi assim que conheceu o Professor Marcelo Caetano. Trocaram mais de 20 cartas.
Há 4 anos partiu uma perna e ficou muito limitada. Já não sai muito, mas mesmo assim ainda gosta de ir aos correios. 
Não gosta de ver televisão e mantém o contacto com amigos através do telefone, apesar das muitas queixas com o serviço.
Gosta do Obama, e não gosta do Trump. Mantém a convição política no centro direita. Políticos portugueses não gosta de nenhum.
Tem fé, mas diz que tem rezado pouco. Gostava de poder ir à missa.
Ao almoço come uma sandes e o jantar manda vir do restaurante. Tem o apoio de duas senhoras que contratou em algumas horas do dia.
Diz que não teve uma vida bonita, mas foi como pode ser.
A tristeza está bem expressa no seu olhar. Falta-lhe o convívio, a amizade dos ferreirenses. Se passar pela senhora Mizé troque algumas palavras e algum carinho.
Obrigado Mizé.