sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Mensagem de Natal do Padre Pedro Luís

Venite adoremus Dominum
(Vinde adoremos o Senhor)

            Estimados paroquianos de Água Belas, Igreja Nova, Pias e Ferreira do Zêzere, somos todos convidados a adorar o Senhor, que se fez Menino para se tornar mais próximo de nós.
Foi na noite de Natal que anjos e pastores, ao entrarem num pequeno estábulo de Belém, encontraram «Maria, José e o Menino deitado numa manjedoura e envolto em panos… Glorificavam e louvavam a Deus… Maria conservava tudo no seu coração… Os anjos cantavam glória a Deus e paz na Terra aos Homens» LC. 2, 15-20.
Deixemo-nos, também nós, neste Natal, maravilhar com a sua imagem no presépio e em cada pessoa dos mais pobres e dos que mais sofrem. A nossa atitude perante este mistério de presença, iconoclasta e física, tem de ser a mesma dos anjos, dos pastores, de Maria e José. Uma atitude de louvor, de gratidão e de contemplação. Tal como Maria no Magnificat, digamos: “A minha Alma glorifica o Senhor e o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador, porque olhou para a humildade da sua serva...” Lc. 1, 46 ss
A Igreja prevê que se participe em três missas de Natal. Eu, como pároco, convido-vos a participar pelo menos em duas: a do galo na igreja de Ferreira do Zêzere, que marca a hora do nascimento de Jesus e a do dia de Natal, que celebra o dia do nascimento. Não fiquemos pela rotina de ir à missa cumprir o preceito, participemos destas celebrações numa atitude de amor e estima para com este Menino, que veio ao mundo por causa de ti e de mim, para nos fazer felizes e nos dar a vida eterna. Aos que não podem vir às igrejas, exorto a que acolham no vosso coração as graças e as bênçãos que o mesmo Menino vos dará, como Ele prometeu quando disse: “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, Eu estarei no meio deles”.
Vivamos juntos estes dias celebrando o nascimento do Menino Jesus.
Abraço de amizade para todos com a minha bênção sacerdotal.


Padre Pedro Luís