sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Almoço fora da escola

A situação não é nova, mas continua a acontecer na Escola Pedro Ferreiro. Há muitos alunos que não almoçam na escola. Dizem que a comida não presta e comem nos cafés das redondezas.
Um dos problemas é que todos os dias vai muita comida para o lixo.
Como hoje em dia a compra das senhas de almoço é feita no cartão e é necessário dar baixa do almoço, muitos alunos enganam os pais e a escola junto do refeitório. Passam o cartão, dão baixa da refeição e de seguida vão para o bar da escola ou os que têm autorização, saem e comem "qualquer coisa lá fora".
A correria é diária e não há ninguém da escola que faça este controle.
Verifica-se apenas se tem senha e não a utilizou. Mas no caso o cartão passa, mas não chegam a entrar.

Muitos destes alunos beneficiam de apoios sociais com escalão A ou B. Provavelmente com os pais a passarem por necessidades.

Imagem ilustrativa
Se o comer não presta, como dizem os alunos, porque não se contrata outra empresa?
Porque é que o bar não fecha na hora de almoço como acontece em algumas escolas?
Porque é que não se reforça a informação de que os pais podem controlar o movimento dos filhos (saídas, compras...  etc) pela internet?
O que comem fora do refeitório é melhor? É mais barato?

O problema é  grave e é de todos nós.