domingo, 21 de setembro de 2014

173 anos com algumas dificuldades

A Associação Recreativa Filarmónica Frazoeirense é uma das emblemáticas colectividades do nosso concelho, quer por razões históricas ligadas a  Higino Otto Queiroz e Mello, o fundador, quer a  Alfredo Keil, compositor do nosso Hino Nacional, que escutou pela primeira vez a sua marcha "A Portuguesa" junto desta banda,  ao Dr. José Real, ilustre médico da nossa terra e apoiante de várias causas culturais beneméritas para com esta coletividade....entre outros.
Esta coletividade comemora este domingo, 21 de setembro, 173 anos de atividade cultural ininterrupta.
Neste momento a filarmónica tem 47 elementos, a escola de música funciona todo o ano gratuitamente e tem 17 alunos. O grupo de Teatro Renascer comemora este ano o 10º aniversário e terminaram em julho as apresentações da nova peça.



Mas nem tudo são rosas. A criste também afeta esta Associação. O Presidente da Direção, Carlos Sousa lembrou que "esta coletividade não pára ao longo de todo o ano. São os concertos, os cursos de formação para os nossos jovens, as festas religiosas, os ensaios e a escola de música, todo o trabalho que é feito com o Grupo de Teatro ReNascer ao longo destes 10 anos, sempre com peças novas", a Via Sacra...etc.
Carlos Sousa referiu ainda ao Região do Zêzere que a principal dificuldade neste momento são os transportes, uma vez que o veículo da coletividade precisa urgentemente de ser substituído. Informou Carlos Sousa que "com o concelho tão disperso, a nossa velha carrinha faz por semana cerca de 250 km e por isso pedimos ajuda a todos os amigos e sócios desta colectividade para que nos ajudem na compra uma carrinha de 9 lugares."

Aqui ficam algumas imagens da festa.






Grupo Musical Fraternidade Pampilhosense