terça-feira, 19 de novembro de 2013

Aumento de taxas na Freguesia de Nossa Senhora do Pranto - Comunicado do PS


PARTIDO SOCIALISTA

CONCELHIA DE FERREIRA DO ZÊZERE

Comunicado
Membros da Assembleia de Freguesia de Nossa Senhora do Pranto contra aumentos exponenciais de taxas.

As decisões tomadas pelo actual executivo da Junta de Freguesia de Nossa Senhora do Pranto, começam desde já a gerar controvérsia entre os residentes.
Na última Assembleia de Freguesia foram alteradas as taxas e custos dos serviços da Junta (devido à união das Freguesias de Paio Mendes e Dornes), que sofreram aumentos muito significativos.
Nesta mesma Assembleia de Freguesia, os membros do PS mostraram-se contra esta actualização de taxas.

Por entre os agravamentos médios na ordem dos 20 a 30% em todos os valores tabelados, destacam-se alguns exemplos de subidas exponenciais como, por exemplo, o primeiro registo de um animal doméstico que passou de 1,50€ para 4,40€.

São contudo as taxas de cemitério que estão a gerar polémica entre a população.
A realização de um funeral, que custava 90€ custa agora 150€. Um terreno simples para sepultura, que custava 500€ custa agora o dobro. Um terreno com sepultura empedrada, que custava 750€, custa agora o 1400€.
Naturalmente que medidas desta natureza são extremamente gravosas para a vida quotidiana dos habitantes de Dornes e Paio Mendes, que estão em total desacordo com a actualização destas taxas.
As Juntas de Freguesia são o órgão de poder local mais próximo da população. Compete-lhes, através de políticas de proximidade, melhorar o espaço público, e apoiar quem aí vive e aí trabalha. Haja sensibilidade para entender que não é sustentável insistir em gerar receita à custa dos rendimentos de uma população maioritariamente com fracos recursos.


Partido Socialista de Ferreira do Zêzere

psfzz@sapo.pt