quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Receção de António José Seguro nos Bombeiros : Informações do Subchefe Mário Ferreira


Fotografia de arquivo

OS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE FERREIRA DO ZÊZERE, MERECEM UM PEDIDO DE
DESCULPAS!
Confesso, estou indignado com os acontecimentos de ontem dia 24-09-2013 no quartel dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do
Zêzere!...
A motivação que tenho pela causa dos Bombeiros, não me deixou ficar indiferente, por isso, penso que há Instituições, valores e acima de tudo, as pessoas que devem ser preservadas, respeitadas e outras devem ser esclarecidas.
Sou Bombeiro Voluntário há 31 anos e não me recordo de ter assistido a uma situação tão invulgar nesta corporação.
Neste dia, estava prevista a visita do Sr. Secretário-geral do Partido Socialista Dr. António José Seguro no âmbito do apoio à candidatura do Sr. Dr. Vicente Martins à Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere, bem como as respetivas comitivas para,
segundo as informações do “STAFF”, simplesmente cumprimentar e dar uma palavra de agradecimento e apoio aos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Zêzere. Um gesto que pessoalmente reconheço como nobre e da minha parte muito tenho a agradecer.
Com era do conhecimento, não participava na visita, qualquer entidade oficial que fosse abrangida por um procedimento protocolar por parte dos Bombeiros. Mesmo assim, e dentro do seu espírito, os Bombeiros fizeram questão de se preparar para receber bem. Pelas 8.00h da manhã fomos oficialmente informados pelo Sr. Comandante sobre o programa previsto e as respetivas orientações operacionais.
Empenhei-me pessoalmente nos preparativos para a visita que estava prevista para as 13,00 horas, repito… para as 13,00 horas.
Passamos a estar perto das 14,00 horas sem conhecimento de quando iria acontecer a visita marcada.
Estando vários Bombeiros presentes e integrados no dispositivo ECIN´s (Equipas de Combate a Incêndios), seguimos os procedimentos operacionais internos que requerem uma formatura de todos os elementos de serviço às 14,00 horas para troca de turnos. É oportuno esclarecer que estas formaturas se realizam todos os dias no parque do quartel, situado nas traseiras do edifício.
Não pode ser difícil de entender que os Bombeiros estavam na sua atividade operacional e chefiada por mim no momento em que as comitivas chegaram, sem aviso prévio, o que a acontecer o contrário, teria sido de fundamental importância para evitar que o Sr. Dr. Vicente Martins não tivesse encontrado Bombeiros à entrada como é normal acontecer. Além do mais, não houve por parte do “STAFF” a mínima preocupação e atenção para com os Bombeiros pela falta de aviso prévio ao Comando da chegada, já que os horários se tinham alterado devido ao atraso da inteira responsabilidade dos próprios. Poderei eu pensar que foi propositado?...
Pessoalmente, não posso considerar correta a atitude do Sr. Dr. Vicente Martins quando se dirigiu à receção no interior do Quartel dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Zêzere, procurando explicações sobre a ausência dos Bombeiros à entrada das instalações, batendo com a mão e falando de forma exaltada, sem dar a oportunidade ao funcionário presente de informar o Comando e ou justificar de forma voluntária e pronta a ausência verificada.
Para que todos nos possamos situar no tempo, há ainda a referir que mediou a chegada junto da entrada do quartel até à partida cerca de 3 minutos.
O que é que aqui considero ainda mais incorreto?... Considero a atitude do Sr Dr. Vicente Martins ter passado publicamente no centro da Vila de Ferreira do Zêzere a mensagem errada de que os Bombeiros não tinham recebido as respetivas comitivas.
Estando os Bombeiros Voluntários de Ferreira do Zêzere envolvidos num procedimento operacional, não teriam apreciado e merecido um pequeno compasso de espera de 1 a 2 minutos a quando tinham esperado com toda a dignidade e respeito, uma hora pelo início da visita?
Com toda a certeza que sim porque até partimos do principio que podiam estar presentes Bombeiros com os mesmos ideais políticos.
Apesar de ter sido uma decisão lamentável, não me interessa saber quem foi o mentor da atitude de abandonar o local sem sequer ter entrado. Agora pouco ou nada importa!...
Tanto quanto sei, não era um ato oficial, mas sim uma visita privada no âmbito de uma candidatura às Eleições Autárquicas, onde os Bombeiros fardados e em funções, não podem participar ativamente.
Nunca fui candidato a qualquer cargo político, mas acredito piamente que a emoção de ter o apoio de um Secretário-Geral presente pode, por vezes, provocar alguma ansiedade pela importância do acontecimento que em momento algum desvalorizei.
Tenho toda a consideração e respeito, não só pelo Sr. Dr. Vicente Martins, Sr. Dr. António José Seguro como por todos os envolvidos na campanha eleitoral, e por isso, sendo eu, nas minhas funções de Bombeiro Voluntário envolvido numa situação que em nada dignifica a corporação do nosso Concelho de Ferreira do Zêzere e que o Sr. Dr. Vicente Martins tanto gosta, tem ajudado
e prometido defender, venho publicamente deixar um apelo à sua melhor atenção, sugerindo, se isso me for permitido, um esclarecimento e apelo à reconciliação com a população, tendo em conta que já vários elementos foram alvo de situações bastante desagradáveis.
Os Bombeiros precisam da população, a população precisa dos Bombeiros e não se pode prejudicar esta boa relação de ajuda mútua por aquilo que devemos considerar como um mal entendido, uma falta de informação ou um excesso despropositado do Sr. Dr. Vicente Martins.
Os ditados antigos dizem que “…errar é humano!...” e “…as desculpas não se pedem, evitam-se!...”, mas penso que estamos perante uma situação excecionalmente importante e delicada de um candidato a um cargo político de proximidade à população deste concelho que sem qualquer margem para dúvidas, deve fazer com a maior brevidade possível, um pedido público de desculpas aos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Zêzere pelas falsas acusações e pelo desconforto causado.
“As pessoas primeiro!...”
Já vai longo o desabafo…
Obrigado!...
Subchefe
Mário Ferreira