terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Para que os dias não sejam uma perda de tempo


Amigo e inimigo,o tempo
Com pressa e lentidão
Depressa passam os anos
Longos,por vezes os minutos
e o tic tác do nosso coração
em contagem decrescente para muitos
em passo arrastado para muitos outros
Tu,Senhor,do alto nos contemplas
na contagem serena ou nervosa do tempo
a desejar um Bom Ano e a sentir que isso nada adianta ao tempo e à eternidade Ajuda - nos a não ter pressa, a ver,julgar e agir,ao ritmo do Teu tempo, para que saibamos ponderar antes de julgar e aprendamos a sabedoria que se desprende do tempo e nos conduz à eternidade.
Pará que os nossos dias e anos
não sejam uma perda de tempo

Pe. António Rego(in:www.rr.pt)