quarta-feira, 4 de julho de 2012

Ivone Silva homenageada na Frazoeira

O Grupo de Teatro ReNascer da Associação Recreativa Filarmónica Frazoeirense, vai estrear no próximo dia 14 de julho a nova peça. É mais uma comédia e desta vez com a homenagem a uma das maiores atrizes de sempre, Ivone Silva, que era natural de Paio Mendes.
Hélio Antunes, encenador e autor de todas as peças deste grupo falou-nos deste espetáculo.
 

RZ- Está quase a estrear a nova peça do Grupo de Teatro ReNascer.
O tema escolhido para este ano é uma das nossas maiores atrizes portuguesas, Ivone Silva.
 Por alguma razão especial?

Hélio Antunes - Sim. Se repararem os nossos trabalhos cénicos são cíclicos. De tempos em tempos temos a preocupação de trabalhar temas locais, da forma a valorizarmos e darmos a conhecer a nossa cultura, os nossos costumes e as nossas tradições. Foram disso exemplos as peças "Há Festa na Aldeia"; "Lendas com Cheiro a Rosmaninho" e agora o trabalho que estamos quase a estrear "Homenagem a Ivone Silva" que tem em vista dar a conhecer um pouco do percurso desta atriz, que nasceu como todos sabem em Paio Mendes, concelho de Ferreira do Zêzere.


RZ - Desde sempre têm habituado o público a espetáculos originais. Como vai ser este ano?

 H.A. - Este ano vamos continuar a tentar dar o nosso melhor, não se trata de um texto ficção, como é o caso do "Avô Albertino", mas sim de um trabalho baseado e construido a partir da vida de Ivone Silva, apenas com alguns excertos das rábulas mais conhecidas de Ivone Silva, sendo o resto da encenação e encadeamento de acções da nossa autoria.

RZ - Sendo Ivone Silva uma grande referência da revista à portuguesa, vai ter também excertos de revistas?

H.A. - Sim, esta peça conta como referi anteriormente com algumas das rábulas mais conhecidas de Ivone Silva utilizadas em revistas e também na televisão, com base numa recolha efectuada por nós e depois encenadas com um toque artístico numa ou outra que penso que terão um bom resultado final. 

RZ - Como estão a decorrer os ensaios?

H.A. - Os ensaios são sempre poucos e o tempo passa demasiado rápido... são cerca de duas horas por semana o que é manifestamente pouco para um trabalho desta envergadura... mas a equipa é cinco estrelas e muito unida desde o mais novo ao mais velho e estamos com a esperança de que as coisas vão correr bem.

RZ - Quantos atores e atrizes envolvidos?


H.A. - Esta peça conta com vinte e um atores envolvidos e uma equipa técnica e músicos que vão tocar ao vivo, o que deve totalizar uma equipa com cerca de trinta e cinco pessoas.

RZ - Em que dia será a estreia?


H.A. - A estreia está marcada para dia 14 de julho às 21h00 e aproveitamos toda a gente a vir assistir.

RZ - E as restantes apresentações?

H.A. - Depois continuaremos em cena nos dias 21 e 28 de Julho e 3 e 4 de Agosto, sempre às 21h30.

RZ - Como deixaria um convite aos leitores do Região do Zêzere?
H.A. - Estão todos convidados!! Aproveito apenas para relembrar que este é um grupo que trabalha arduamente, dando o seu melhor de forma voluntária, abdicando muitas vezes da sua vida pessoal. Venha assistir e divulgue o nosso trabalho junto de quem conhece.