domingo, 22 de abril de 2012

Domingo

Senhor Jesus, é a todos nós que ordenas
«Ide à Galileia. Avisai os meus irmãos. Lá Me encontrareis.»
E lembras-nos no Evangelho
aqueles dois discípulos que caminhavam conTigo, desiludidos, angustiados
e que Te reconheceram quando partiste o pão.
Talvez que a Galileia seja aqui bem perto.
Na família.
Nos amigos.
Neste bairro,
Quem sabe se neste prédio ou se naquele ao lado.
Ando pelas ruas.
Oiço palavras como
desemprego, trabalho precário, faltas de quase tudo.
São palavras que aprisionam a Esperança.
É então que neste gesto essencial de repartires o pão Te revelas ressurgido.
Neste tempo de Páscoa,
Nestes dias de todas as faltas,
ensina-nos a partir para uma Galileia ao nosso alcance.
A repartir o pão, a repartir a vida.
E havemos de proclamar-Te ressurgido.

Maria Teresa Frazão(www.rr.pt)